Vinita Dasgupta

vinita

Artista

Nome:   Vinita Dasgupta
Nacionalidade:   Inida
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

Obra

She spent most of early childhood in different states. Parents guided her by critiquing her work since childhood and gave her an academic foundation to grow on. they also instructed her to use common people as models. She has also learnt classical singing and dancing.

In 1998 her family moved to New Delhi for higher studies, soon began learning painting and fashion designing professionally. Though she was already painting since the age of five she formally started learning painting at age eighteen.
She completed Masters in Fine Arts from College of art ,New Delhi in 2008 , and working as an independent galleries with national and international galleries and curators.

Career
Awarded ‘’Art for social change award’’ from United Nations Population Fund-India, New Delhi 2008.Awarded National Scholarship in Painting by Ministry of Culture, HRD for 2yrs from 2009-2011,New Delhi.Painting selected & exhibited at the International Painting competition organized by Château des Réaux ,France, February 2009.She got special recognition and awards by Sahitya Kala parishad, AIFACS, ICRC, UNESCO, Lalit Kala and many more.

Ana Michaelis

anamichaelis

Artista

Nome:   Ana Michaelis
Nacionalidade:   Brasil
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

Obra

Longe daqui. Perto de mim. Na sua frente. Um outro lugar. Palavras geográficas, rosa-dos-ventos, nomes que orientam desorientando, que evocam lugares incertos, sílabas poéticas de paisagens desconhecidas.(…)
Estarrecidos pela ausência de semelhante, resta-nos fechar a janela de vidro com a certeza, porém, que o relevo subtil daqueles não-lugares da natureza será quimera perene, sempre à espera, infinitamente.

Uiso Alemany

uiso-alemany

Artista

Nome:   Uiso Alemany
Nacionalidade:   Espanha
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

Obra

“(…) Viver, compreender, entender, conviver soam aos meus ouvidos com o mesmo significado sonoro de um mergulho profundo no âmago dos seres, nesse recôndito mundo das inquietações subjectivas do homem, no lugar, na fonte de energia que constrói as diferenças, responsáveis por fazer aparecer a inteireza das coisas.
Do acto, enfim, de tornar sólido, objectivo, visível esse mar de vivências, guardadas no escuro espaço da infinita solidão, essa eterna cúmplice do tempo presente e do tempo passado.(…)
Portanto, Uiso Alemany é um homem do mundo, mas não de um mundo vazio, sem desafios, sem diferenças nem conflitos, mas de um mundo em movimento, que expele energia, vigor, uma harmonia prestes a se desintegrar como ruínas de uma paisagem, que só a poética da utopia pode restabelecer numa nova ordem. E é essa nova ordem estética e poética que evoca a obra de Uiso Alemany.(…)”

José Carlos Viana

jose_carlos_viana

Artista

Nome:   João Carlos Viana
Nacionalidade:   Portugal
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

Obra

O seu desenho é um frequente turbilhão de ideias, às vezes pelo realismo fantástico ou pelo lúdico erotizante, muito pouco subtil, mas finamente representado no meio dos labirintos de espaços negativos, e que parecem tornar-se janelas abertas para expressar esse turbilhão de ideias. Ideias agonizantes de um mundo que nasce do corpo de uma mulher, larga em entroso, como se dali nascesse a própria figuração, que se completa com as colagens, texturas e cores. A côr, às vezes de um pintor, corre livre e transparente, numa tentativa de abrir aqueles espaços para a sua eloquente figuração. Como bom nordestino, e consciente dessa submissão, ele faz surgir os símbolos, os mitos, a verdade e os sonhos do inconsciente banhado pelo sol ardente, com a luz e o calor da sua terra.

João Noutel

NOUTEL

Artista

Nome:   João Noutel
Nacionalidade:   Portugal
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

João Noutel (Porto, 1971).

Lic. Direito (Univ. Lusíada); Pós-Graduação em Desenho e Técnicas de Impressão pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

É autor e responsável criativo de diversas publicações, projectos de arte pública e da imagem de vários vinhos premium.

Integra a lista de artistas do projecto ANAMNESE, plataforma digital internacional de arte contemporânea portuguesa; está representado em diversas colecções privadas e institucionais em Portugal, Espanha, Bélgica, Alemanha, Dubai, Índia e E.U.A., expondo regularmente desde 2002.

A sua Obra foi recentemente destacada em publicações como Visão, ArtReview (UK), Attitude, TimeOut Lisboa), ARTE Por Excelencias / Latino American, Egoísta; ARTE.ES Contemporary Art Magazine (Madrid) como artista plástico convidado da edição #57, 2013/2014, Revista Turbilhão (2018).

Recebeu o Prémio de Pintura Abel Manta 2015.

Foi um dos artistas representados na exposição Variations Portugaises sobre o panorama da arte contemporânea portuguesa, no Centre d´Art Contemporaine Meymac, França (2018).

Autor do projeto THE MOON PROGRAM (2019/2021).

Obra

Hélio Cabral

helio_cabral

Artista

Nome:   Hélio Cabral
Nacionalidade:   Brasil
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

No início da década de 1960, freqüenta a oficina de Fausto Boghi, com quem aprende técnicas de cinzel, realiza relevos em cobre, em São Paulo. Cursa arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU/USP, entre 1970 e 1974. Em 1973, leciona desenho no Arstudium, em São Paulo. A partir da metade da década de 1970, freqüenta sessões de modelo vivo no ateliê de Antônio Carelli (1926) e estuda modelagem e fundição em gesso no ateliê de Raphael Galvez (1907-1998). Entre 1974 e 1984, atua como professor e coordenador dos ateliês de arte do Museu Lasar Segall e, de 1981 a 1984, leciona desenho e pintura na Pinacoteca do Estado de São Paulo – Pesp. É curador da exposição Raphael Galvez: A Cidade à Sombra dos 40 – Pinturas, realizada na Pesp, em 1994. Em 1995, a Editora da Universidade de São Paulo lança o livro Hélio Cabral, sobre sua trajetória artística, de autoria de Leon Kossovitch. Cabral dedica-se principalmente à pintura, mas trabalha também com desenho, gravura e escultura.

Obra

O desenho “graffitado”, constituído por borrões, sujidade e ruído, agressivo no seu todo mas suficientemente plástico para que criasse raízes no papel, transmite variações de energia num movimento vibrante e ondulatório tão caro a Hélio Cabral. O eixo naturalista submetido a uma hiperbolização brutalista cruza-se com conceitos elaborados concretizados de forma despojada e rudimentar. A par dessa pintura movediça e magmática que dispensa rótulos, apesar da aproximação expressionista, Cabral trabalha a ironia e o humor através de caricaturas, mitos e figuras, estereótipos enraizados no imaginário colectivo que, quando efectivados na tela, adquirem uma aura patética.

Angela Bassano

angela_bassano

Artista

Nome:   Angela Bassano
Nacionalidade:   Argentina
Categoria:   Pintura
Curriculum:   Download PDF
Catálogo:   Download PDF

Angela Bassano, nascida em Buenos Aires no ano de 1968. De 1986 a 1991 Angela estudo design gráfico na Universidade de Buenos Aires, design gráfico na Escola Superior de Desenho, e finalmente design de interiores no Centro Educativo de Artes Visuais.

Obra

Nas suas obras, além de cumprir com os parâmetros que são próprios na obra plástica, como o cromatismo, composição, harmonia visual, etc, etc. Bassano vai muito mais além. Quando contemplamos as suas obras, percebemos que nos introduz num mundo mágico surreal em que aparecem elementos que nos falam de outras realidades.
A sua obra submerge num outro mundo estranhamente desconhecido, do qual nunca tivemos nenhum conhecimento, num mundo esotérico que vai mais além da epiderme da linguagem plástica, Bassano cria um mundo fascinante de espaços impossíveis por onde deambulam seres que estão trespassando o plano da realidade para se colocar simultaneamente noutras dimensões, noutras realidades.
Angela Bassano fala-nos da condição de multidimensionalidade do ser humano.
Em exposições anteriores posicionou-se com esta ideia, não aceitando a condição de uma só dimensão do homem – recordando Marcusse. Angela faz-nos pensar na possibilidade que talvez os seres humanos devam colocar-se
em vários planos antes de chegarem junto a nós, transferindo outras realidades.

Carmen Calvo

carmen-calvo

Artista

Nome:   Angela Bassano
Nacionalidade:   Argentina
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF
Website:   www.carmencalvo.es

Carmen Calvo, nasceu em Valência em 1950, estudou na Escola de Artes e Oficios de Valência entre 1965 e 1970 e na Escola Superior de Belas Artes de San Carlos de Valência entre 1969 e 1972. Entre 1983 e 1985 reside na Casa Velásquez de Madrid e desde 1985 a 1992, muda-se para Paris. Desde 1992 vive e trabalha em Valência.

Obra

(…)Carmen Calvo não perdeu o olhar de espanto, essa capacidade inata de ver várias coisas numa só. Mas também não alimenta nostalgias. Prefere um convívio salutar com objectos que subverte ou transforma, fragmentos de barro, cristais, bocados de nada: lixo de uns, fortuna de outros. Pinturas, colagens, assemblagens e sobreposições são meios para chegar a um fim, o equilíbrio plástico da composição.

Chris Hawtin

chris-hawtin

Artista

Nome:   Angela Bassano
Nacionalidade:   Argentina
Categoria:   Pintura
Catálogo:   Download PDF

Chris Hawtin nasceu em Inglaterra em 1974, cursou Arte & Design na Universidade Chelsea de Artes em Londres.

..Por “inconfundível” não quero dizer apenas original e diferente da maioria, mas também que resuma honestidade do autor consigo próprio, com seus conceitos artísticos, as suas interrogações humanas, as suas experiências vitais, com o seu compromisso intelectual e com a sua sensibilidade estética. Fernando Calán

Zumbidos, estalos, cyborgs, cyberespaços… “A imaginação do artista parece voar a velocidade da luz”. Chris Hawtin

Obra

Começar dizendo que a obra de Chris Hawtin é inconfundível com a de outros pode parecer algo simples e demasiado vulgar, característica de quando não se sabe por onde começar a falar sobre um artista. Mas eu não posso evitar um começo assim porque é uma das coisas que mais me chamou à atenção desde que vi uma série das suas pinturas pela primeira vez. Agora, conhecendo o artista como eu conheço (não pessoalmente, mas através de inúmeros emails, nos quais podemos comunicar tão bem ou melhor do que pessoalmente, porque ambos compartilhamos a paixão pela expressão escrita), por “inconfundível” não quero dizer apenas original e diferente da maioria (que não têm necessariamente de ser um mérito em si), mas também que resuma honestidade do autor consigo próprio, com seus conceitos artísticos, as suas interrogações humanas, as suas experiências vitais, com o seu compromisso intelectual e com a sua sensibilidade estética. E isso já é metermo-nos em farinha de outro saco, entrando noutro assunto.

Fabio Camarotta

fabio_camarotta

Artista

Nome:   Fabio Camarotta
Nacionalidade:   Argentina
Categoria:   Pintura

Obra

Fabio desenha sobre madeira a imagem que quer pintar. Em seguida faz um preciso “dripping” (gotejar de tinta) diretamente com os tubos de acrílico, calculando bem a distribuição da cor ou a escala de cinzentos, a quantidade de tinta e os pontos exatos onde deve acumulá-la. Em seguida, coloca sobre essa superfície um vidro espesso e das mesmas dimensões, intervém aleatoriamente (magistralmente calculado) e as acumulações de tinta se dispersam dando um inconfundível aspeto de pipetado. Para além disso, como se tratasse de uma performance adicionada, e de uma imitação do processo artesanal em que o pisador de uvas produz o vinho, executa uma espécie de dança ritual pisando com cuidado e precisão o vidro para que a espessa capa de tinta que há por baixo se disperse de forma uniforme. O resultado: uma comunhão perfeita entre madeira, tintas e vidro, que se tornam um e indissolúvel com a imagem da pintura resultante, a que contemplamos, colada ao vidro Mas o fato de que a tatuagem esteja na moda hoje em dia, não obsta a que a sua prática remonte a milhares de anos na história da humanidade, quando se lhe conferia funções protetoras, curativas e mágicas. Em 1991 encontrou-se uma múmia neolítica, dentro de um glaciar dos Alpes austro-italianos, com 57 tatuagens nas costas. Conhecida como O Homem do Gelo ou Ötzi, é o cadáver humano com pele mais antigo que se encontrou e a sua idade calculou-se em cerca de 5.200 anos. Também é famosa a Princesa Ukok, da Sibéria, morta há 2.500 anos aos 25 anos de idade e cujo corpo mumificado mostra varias tatuagens de animais. Depois das suas séries Evolução, Vanitas, Flores, Tabaco, Céus…. Fabio Camarotta encerra um círculo milenário ao investigar algo tão antigo como a própria humanidade, a tatuagem, tratada conceptualmente com o respeito pelo seu próprio discurso contemporâneo e criando-a com a técnica da sua invenção pessoal, a Pintura Prensada.